Share Poll

Poll link

500 px
350 px
250 px
Preview

widget preview:

Width - px Height - px

Close preview
! You are using a non-supported browser Your browser version is not optimised for Toluna, we recommend that you install the latest version Upgrade
Our Privacy Notice governs your membership of our Influencer Panel, which you can access here. Our website uses cookies. Like in the offline world, cookies make things better. To learn more about the cookies we use, check out our Cookies policy.

penedo.fmg

  2 months ago

"Quem não tem luz própria, não suporta o brilho alheio"

Hoje em dia vivemos numa era em que vale tudo para sobressair, sobretudo quando não se tem as qualidades necessárias para singrar onde quer que seja.....por norma esta característica faz parte da maneira de ser e estar de muitos adultos e se isso por si só já é assustador, agora quando se trata de crianças a agir dessa forma é algo quase surreal.....contudo a ideia de surreal dissipasse completamente quando percebemos que estamos perante esta realidade.

O mês passado apresentei vos o meu Miguel na sua nova faceta de "jogador de futebol", mais do que outra qualquer ambição (apesar de já ter comprado o fato de treino rosa da adidas para dar entrevistas com ele vestido no futuro) desejo que o meu filho se divirta, se exercite e seja feliz ....quando permiti que ele seguisse o seu sonho eu sabia de antemão que não seria fácil para ele, sendo ansioso e nervoso, ter de lidar com a pressão que a maioria dos pais aplicam aos miúdos em cada jogo, daí eu fazer questão absoluta de que ele tenha sempre um de nós assistir aos treinos e aos jogos...salvo raras excepções os treino são vigiados pelo pai, os jogos por mim, tendo sido hoje o caso pois foi dia de jogo....pois assim terá sempre um apoio de forma a não se sentir desfalcado.

Hoje o meu filho foi jogar a Aljustrel, foram 3 jogos supostamente amigáveis e digo isto porque se de facto fossem "amigáveis" não se ouviriam por lá frases como:
"não vales nada"
"faltam te mais um palmo, mas mesmo que o tivesses serias a mesma m...a"
"cambada de coxos"...
Nenhuma desta frases foi aplicada directamente ao meu filho, mas mesmo assim eu disse muitas vezes em voz alta, "que lindos exemplos de fair play que estão a dar as crianças"

O meu Miguel não querendo gabar o seu talento, pois sou suspeita, tem de facto um dom naturalmente para o futebol...ele nunca tinha jogado assim numa colectividade, mas fazia o de forma amadora e muito bem....rapidamente começou a dar nas vista no clube onde esta e a titularidade não tardou, joga em todos os jogos de inicio e o banco só o recebe quando o cansaço dá sinais...

O seu sonho era ser ponta de lança, mas o treinador apostou que ele daria um excelente defesa e não é que o treinador tinha razão....o Miguel parece o nosso Pépé uma muralha que juntamente como os outros defesas tornam impenetrável a pequena área, dificultando a tarefa aos adversários....mas como o treinador sabe que ele gosta de marcar de quando em vez dá lhe o privilégio de fazer o gosto ao pé nas grandes penalidade....e assim foi hoje o Miguel marcou mais um penalti e como sempre meteu a bola ao ângulo no canto superior direito sem dar ao guarda redes hipótese alguma de a alcançar ...e todo este "sucesso" incomoda outros pais e por consequência os filhos desses pais...então não é que um desses miúdos começou agora a ser agressivo para o meu filho, já foi castigado, os pais já foram avisados e o miúdo continua a não conseguir controlar os seus ímpetos maléficos...todos os colegas são alvos da sua maldade, mas agora o principal é o Miguel....

Na foto poderiam ver a dentada que ele deu hoje na perna do meu filho quando o último jogo terminou...mas a Toluna na permite a foto em questão..talvez por espelhar uma realidade assustadora...assim partilhei a foto de uma bola....

E que fazer perante uma situação desta em que os pais não querem saber....a manter se a situação que se esta a tornar insustentável o miúdo será expulso da equipa e do seu sonho de jogar...e os pais pouco parecem se importar com essa possibilidade, pois tem alimentado nele esse comportamentos desviantes.

Não consigo perceber esta forma de ser e de estar......e assusta me saber que estes vão ser os jovens de amanhã, aqueles que são capazes de tudo por inveja....

Que faziam numa situação destas?
Já viveram situações similares?

Beijokas e bom Domingo pois já é Domingo ...upsss descuidei me com as horas.
Reply
Post

S1896259c

  2 months ago
Penedo da minha'alma, felizmente nunca vivi com os meus filhos situações destas, mas lembro me que uma das minhas gêmeas quando tinha 2 anos porque uma menina lhe roubou a chupeta lhe deu uma dentada no lábio que a deixou muito marcada, se me tivessem contado eu não tinha acreditado, temos tendência a não acreditar sem ver e quando toca aos nossos pior ainda! Só que eu assisti à cena, entrei no exato momento em que a minha filha estava a morder a menina! A sensação que tive foi a de ficar sem chão e posso dizer te que foi a primeira e última vez que bati à minha filha! Sim bati-lhe, dei-lhe uma sapatada tão forte na boca apesar de ser uma bebê com pouco mais de 2 anos que ela nunca mais se esqueceu e disse-lhe: doi não dói filha? A Kika também está a sofrer com o que lhe fizeste.
A Nenê abraçou a Kika e pediu-lhe desculpa e ainda hoje quase 20 anos depois são amigas.
Resumindo: as crianças são o reflexo muitas vezes do que vêem e quando são premiadas por este tipo de atos dificilmente perceberão que o mal que inflingem aos outros não está certo, causa sofrimento e dor e retorna a longo prazo.
Amar também é castigar, às vezes são precisas medidas drásticas para despertar no outro o respeito.
Lamento mesmo o que aconteceu ao Miguel, e sinceramente não te sei dizer o que faria mas provavelmente iria ter uma atitude pouco confortável com os pais do menino porque reajo por impulso demasiadas vezes.
Agora é preciso que acima de tudo o teu filhote saiba lidar com a situação e sei que o orientaras para o melhor caminho.
Beijooooo
Reply
1 comments

rosachoque

  2 months ago
´Tadinho do teu filho, como está a zona da dentada? Espero que já esteja melhor.
O que se passa com estes miúdos? No meu tempo, não me lembro de acontecerem estas situações...:(
Reply
2 comments

M4102987

  2 months ago
Já pensou em falar com os pais do miúdo? Ou mesmo falar com o miúdo?
Se não obter resultados com os pais, falem com o miúdo. Fale, exponha a situação de como o seu filho se sente, e porquê ele faz isso? Pergunte-lhe se ele gostaria que lhe fizessem o mesmo.
Muitas vezes, as crianças são violentas, devido ao ambiente que vivem em casa, ao mau ambiente que vivem todos os dias, devido também à falta de conversa com os pais, à falta de carinho e também porque assistem muitas vezes, a filmes de violência, e só jogam jogos de violência. Muitas crianças de hoje, não sabem brincar sem ser a jogos de luta. Vejo muitas vezes as crianças a brincar umas com as outras mas sempre a lutar, a dar pontapés uns aos outros, a dar murros uns aos outros. Quando vou falar com elas, dizendo que não se deve bater uns nos outros, elas respondem-me que estão só a brincar. Estão a fazer o mesmo que faz o "não sei quem," dos desenhos animados que vêm na televisão .O que é certo é que acabam sempre por se magoar.
Nos dias de hoje, as crianças vêem e vivem muita violência. O ambiente em casa muitas vezes não é dos melhores e depois para ajudar, os meios de comunicação só transmitem violência, as notícias tem muita violência, os filmes têm violência, os jogos só têm violência. Como pode uma criança se pacífica se só vê violência?
Conheço um menino de 7 anos, que durante a noite acorda com pesadelos, devido aos filmes de terror e jogos de guerra que vê e joga como o irmão mais velho, de 17 anos. Esta criança já necessita de terapia psicológica e neuropediatrica, pois na escola só batia nos outros e perturbava imenso as aulas. Foi a professora, que o encaminhou para a psicóloga e neuropediatra, com o consentimento da encarregado de educação. Desde que frequenta as consultas de psicóloga e de neupediatria tem vindo a melhorar o seu comportamento.
Perante tanto estímulos de violência, muitas vezes, estas crianças necessitam de ajuda. Necessitam de psicólogo, neuropediatras ou outras terapias e também de muita paciência e carinho das pessoas que lhes são mais próximas. Não são os castigos que vão resultar, mas sim o diálogo, o carinho e o amor.
O seu filho tem a sorte de viver num bom ambiente familiar, com amor, sem presenciar violência, mas há muitas crianças, muitas , mesmo muitas que não têm a mesma sorte.
Desejo que consiga resolver o assunto, que o miúdo consiga mudar o seu comportamento para que o seu filho também se sinta bem pois não merece sentir e viver a violência dos outros.
Boa sorte e tudo de bom.
Reply
1 comments

MCG73

  2 months ago
Nunca incentivei o meu filho a jogar futebol porque de todos os desportos é o mais violento, não a nível de jogo mas sim por tudo aquilo que envolve. Todos os pais pensam ter uns Cristianos Ronaldos em casa, então não importa de que forma cheguem lá, só têm que chegar, nem que para isso tenham que pisar ou morder os colegas. Claro que a culpa desses comportamentos é dos pais que deixam os filhos fazer o que querem. Lamento o que aconteceu ao teu Miguel e espero que sejam tomadas medidas em relação a esse outro miúdo. Boa semana. Reply
1 comments

19600906

  2 months ago
Cara Toluna ! Se acha a situação relatada muito má, sendo o seu filho jogador de futebol, experimente a do meu filho, que é árbitro, garanto-lhe que é muito pior. Realmente o mundo em que vivemos é terrível, quando somos cumpridores e respeitosos ou somos pouco inteligentes ou mudámos de clube. Obrigado e um resto de bom domingo. Reply
1 comments

nicolen

  2 months ago
Bem linda.... Que situação horrível! Mas sim.. Infelizmente já passei por situações em que há inveja por parte de crianças perante os meus filhos. Havia uma menina na turma da minha filha que uma vez se mascar ou a Harley queen do suicide squad no halloween, tal ckmo a minha filha, depois de saber que ela se iria mascarar a isso. Mas quando a minha filha chegou e ela a viu, fujiu para a casa de banho e desatou a chorar. A minha filha que é uma menina muito doce, foi atraz e perguntou o que se passava. A amiga admitiu que estava com ciúmes porque a fatiota da minha filha estava muito idêntica a do filme e melhor que a dela. A minha filha tentou dizer que ela estava muito bonita etc... Mas a outra como a minha menina estava com todos os acessórios do filme, (todos em papelão etc e feitos por mim), tirou-lhe o bastão e tentou por tudo o partir.... Sem sucesso lol porque eu fiz com pasta papel e além de ser leve não amolgava nem partiu.... Uma professora viu e repreendeu a, enquanto a menina só gritava que era injusto a minha filha estar mais bonita que ela! Mas este comportamento era habitual desta menina... Uma menina linda, bem comportada mas que por inveja, ciúmes, conseguia estragar a sua imagem. Ela tinha que ser a melhor em tudo, tinha que ter mais do que os outros e se não tivesse tentava se vingar nos seus colegas!
Uma outra menina ainda no ano passado (5°ano) cortou com uma tesoura a camisola de uma colega, só porque ela tinha tirado um excelente no teste de inglês!!!
Um colega do meu filho também me tem dado dores de cabeça por esse motivo... Aliás, não deixa o meu filho brincar com outras crianças, não deixa ele se aproximar de ninguem e inventa histórias quando não agride o meu filho. Até já tive que ir à escola por conta desse ciúme..desta inveja que ele tem pelo meu filho se dar bem com todos os alunos....
É horrível ver uma criança assim... Não sei se terá haver com a educação que tem em casa se não... Porque eu desde muito pequenos sempre ensinei aos meus, o espírito do amor, partilha e eles próprios ficam felizes se vêem um amiguinho com uma coisa nova, ou quando conseguem algum objectivo com sucesso.
Qua to aos comentários negativos que ouviste... Triste mesmo.... As pessoas não têm noção... Nao há educação, não há a mais pequena noção... Enfim... No comment.Como uma vez li num pequeno texto: "porque brincamos às guerras e não à paz? Porque não temos bons exemplos! "
Para o teu filho desejo o maior sucesso tal como desejo aos meus!!! A ti, aconselho a comprares montes de babetes para ti e para o teu marido! hihihi Pais babosos!
Beijoquinhas grandesssssssss!
Reply
1 comments

LizLis

  2 months ago
Que situação. Aparece-te cada uma...
Até que é bastante comum as crianças frustradas morderem. Deixo um link para um artigo que explica como proceder com crianças que mordem:
https://www.handinhandparenting.org/article/what-to-do-when-toddlers-bite/
Não sei qual a tua relação com os pais da criança, mas talvez lhes dissesse que entendia o mal estar deles e que talvez fosse melhor pedir ajuda profissional pois a criança está a sofrer e não consegue lidar com o sofrimento da forma correcta.
Essa criança vai continuar a cruzar-se com o teu Miguel e outras crianças e "curando" essa criança, protegem-se todos.
Quanto ao teu Miguel, pelo que percebi é uma criança muito equilibrada e inteligente. Talvez lhe explicasse que o problema dessa criança não era com o Miguel específicamente mas que simplesmente calhou ser ele o escape da frustração do outro nesse momento. Uma pessoa sentir-se alvo de energia negativa, como é a inveja, também não é bom.
Boa sorte querida a lidar com essa situação tão desagradável.
Reply
3 comments

afradinho

  2 months ago
Há muita facilidade de fazer juízos de valor. Como sempre foi. Antes havia os pelourinhos onde se juntavam e faziam o julgamentos populares. E agora, seja nas redes sociais, seja assim nos ajuntamentos populares, é lamentável como se evoluiu tão pouco… numa situação destas fica o desânimo e até dá vontade de ajuizar o geral. Mas nem sempre assim é. Boa sorte para o Miguel e que faça orelhas moucas a conversas loucas.. Bom domingo tb para vocês. Reply
2 comments

Willow_life

  2 months ago
Esta nova era assusta-me. Não tenho filhos e não acompanho de perto os jogos de futebol dos miúdos, mas cada vez mais se ouvem relatos destes, em que os pais são pior que os filhos. O que mais me assusta é que estes miúdos estão a crescer com estes exemplos e por mais que tente não consigo compreender estes pais. O amor ao próximo está a extinguir-se e insultar os miúdos ???? Mas que tempos são estes onde cada um olha só para o seu umbigo e tudo vale para atingir os fins, nem que seja a custa de crianças. E que agora até levar os miúdos a ver um jogo da 1º divisão é um perigo se envolver as equipas ditas grandes, é pessoas a insultar pessoas, agressões, falta de fair-play enfim é uma vergonha e os miúdos crescem neste ambiente de falta de empatia, fair-play, respeito . . . E o desporto não é nada disto, o desporto faz bem e claro que existe competição e todos queremos ganhar, mas o saber perder também é muito importante. E o mais importante é participar, criar cumplicidade com os colegas de equipa e acima de tido divertirem-se. Obrigada pela partilha é importante este alerta para que as coisas mudem. Um óptimo domingo :) Reply
1 comments

Jesy81

  2 months ago
Boas...realmente hoje em dia os valores da competição são mais valirizados do que os valires da partilha e da união. Se estivesse ai certamente juntava oa jovena todos e fazia dinamicas para perceberem a importância do trabalho de grupo vs individualidade e mais importante que isso trabalhava anteriormente com os pais para estes perceberem a importância do desporto para os filhos e o fato de uma atividade ser importante para eles não só para se tornarem um futuro Ronaldo mas sim para desenvolverem as suas capacidades de autoconfiança e que estas não podem ser destruidas pelos pais.
Com a minha filha aconteceu algo semelhante tanto que se afastou da dança, pois como teve uns meses parada as outras raparigas evoluiram e ela não. O que fez com que se sentisse posta de lado. Quando percebemos que a atividade não se estava a tornar prazerosa e sim de angustia ela própria quiz fazer uma pausa. E cá estamos nós para a apoiar.
Se todos oa pais falassem assim com oa seus filhos acredito que não haveria tantas crianças e jovens revoltados e pruncipalmente fruatados...
Reply
1 comments

Copied to clipboard

You’re almost there

In order to create content on the community

Verify your Email / resend
No thanks, I’m just looking

OK
Cancel
We have disabled our Facebook login process. Please enter your Facebook email to receive a password creation link.
Please enter a valid Email
Cancel
We're working on it...
When you upload a picture, our site looks better.
Upload